29 de jul de 2008

Taiguara - Brasil Afri - 1994 (Pedido)



Faixas:
01 - Maria José (Taiguara)
02 - Samba do amor
(Taiguara)
03 - Quem
(Taiguara)
04 - Uvardente [Pétit Syrah] (Taiguara)
05 - Meu amor, Santa Tereza (Taiguara)
06 - Olhar
(Taiguara)
07 - O cavaleiro da esperança (Taiguara)
08 - Ana e a lua (Taiguara)
09 - Donde
(Taiguara)
10 - Menino da Silva
(Taiguara)
11 - A norma
(Taiguara)
12 - África mãe
(Taiguara)
13 - Hoje
(Taiguara)
14 - Pra ser brasileira
(Taiguara)


Taiguara Chalar da Silva (Montevidéu, 9 de outubro de 1945 — São Paulo, 14 de fevereiro de 1996) foi um cantor e compositor Brasileiro, embora nascido no Uruguay durante uma temporada de shows de seu pai, o Bandoneonnista e Maestro Ubirajara Silva.
Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1949 e para São Paulo, posteriormente, em 1960. Largou a faculdade de Direito para se dedicar à música. Participou de vários festivais e programas da TV. Fez bastante sucesso nas décadas de 60 e 70. Autor de vários clássicos da MPB, como Hoje, Universo do teu corpo, Piano e viola, Amanda, Tributo a Jacob do Bandolim, Viagem, Berço de Marcela, Teu sonho não acabou, Geração 70 e "Que as Crianças Cantem Livres"; entre outros. Considerado um dos símbolos da resistência à censura durante a ditadura militar brasileira, Taiguara foi um dos compositores mais censurados na historia da MPB, tendo cerca de 100 canções vetadas. Os problemas com a censura eventualmente levaram Taiguara a se auto-exilar na Inglaterra em meados de 1973. Em Londres, estudou no Guildhall School of Music and Drama e gravou o Let the Children Hear the Music, que nunca chegou ao mercado, tornando-se o primeiro disco estrangeiro de um brasileiro censurado no Brasil. Em 1975, voltou ao Brasil e gravou o Imyra, Tayra, Ipy - Taiguara com Hermeto Paschoal e uma orquestra sinfônica de 80 músicos. O espetáculo de lançamento do disco foi cancelado e todas as cópias foram recolhidas pela ditadura militar em poucos dias. Em seguida, Taiguara partiu para um segundo auto-exílio que o levaria a África e à Europa por vários anos. Quando finalmente voltou a cantar no Brasil, em meados dos anos 80, não obteve mais o grande sucesso de outros tempos. Faleceu em 1996 devido a um persistente câncer na bexiga. Brasil Afri (Movieplay, 1994) Infelizmente, este disco acabou sendo a despedida de Taiguara. E até parece que ele estava adivinhando isso. Além de cumprir a promessa, feita ao sair Canções De Amor E Liberdade, de que seu próximo LP seria "um disco dedicado ao Brasil africano (...), bem ao gosto da liberdade, com um pé no futuro e, como sempre, muito romântico", Taiguara automaticamente fechou o círculo, voltando às suas raízes de sambista carioca. Além de bons sambas novos ("Meu Amor, Santa Tereza"), o disco traz canções românticas no velho estilo de Taiguara ("Maria José", aliás composta em 1975) e uma regravação de "Hoje" (aliás, o plano original da gravadora era que o disco fosse metade de regravações dos hits de Taiguara)

4 comentários:

g disse...

Não consigo baixa-lo, poderia por gentiliza disponibilizar novamente.
abraço

Anônimo disse...

É só clicar no trenzinho que você abaixa o arquivo em formato .rar

Anônimo disse...

Taiguara é simplesmente um Gênio...
muito obrigado por disponibilizar

Anônimo disse...

Taiguara é o maior e mais completo artista brasileiro.
Um verdadeiro injustiçado.
Poeta, cantor, interprete, musico, compositor, maestro e ser humano maravilhoso.
Que saudade do Taiguara, Pink Floyd, Neil Diamond, Chico Buauque,Herb Alpert,14 bis, Mike Oldfield, Led, etc, etc e etc. Muito obrigado pelo arquivo
João Minali.